ENTREtantoTEATRO
Estrutura subsidiada:
     
 
Historial
   1999
ÁGUA, ÁGUA EM NOVA IORQUE
Autor: Marisa Ares
Encenador: António Capelo
 
Informações
A necessidade de crescer através da diversificação do tipo de trabalho desenvolvido e a evolução das concepções artísticas, acarretam desafios constantes. Assim em finais de 1998 e durante 1999, o ENTREtanto lança um novo projecto teatral intitulado ENTRETANTO = OUTRAS EXPRESSÕES. Unidas por um estímulo comum, todas as criações de 1999 resultaram de textos inéditos, de dramaturgos pouco conhecidos, unidos pela sua identidade cultural, sendo todos ibero-americanos, provenientes do Chile, de Espanha e de Portugal. Três encenadores foram convidados a conceber espectáculos centrados no trabalho do actor, utilizando recursos técnicos e/ou tecnológicos simples, de forma a permitir a facilidade de deslocação das peças. Assim, surgiu “ÁGUA, ÁGUA EM NOVA IORQUE “ de Marisa Ares, com encenação de António Capelo. À violência despoletada pelas imagens, a autora acrescenta um discurso quase quotidiano, onde se misturam cenas do nosso imaginário ao mais profundo da nossa literatura ocidental.
Do projecto ENTRETANTO = OUTRAS EXPRESSÕES constam também os espectáculos “FITE-ME” de Ignácio Calvache encenado por Denis Bernard e “A Cor das Cerejas” de Rui Café com encenação de Quico Cadaval.
 
Elenco
Isabel Rute Costa e Júnior Sampaio
 
Técnica
Instalação video
APIARTE

Concepção e Edição de Video
Vitor Costa

Efeitos Especiais
Hugo Barreira

Coreografia de Movimentos
Graça Pinto

Desenho e Operação de Luz
Wilma Moutinho

Operação de Som e Video
Miguel Baltazar

Execução de Figurinos
Isabel Ferreira

Produção
ENTREtanto TEATRO